Uma equipa de estudantes do MIT (Massachusetts Institute of Technology) ganhou o primeiro prémio no passado fim de semana para o melhor projeto do Hyperloop, um comboio sub sónico destinado ao transporte entre cidades num tubo de baixa pressão. Os 27 alunos, vindos de uma dúzia de países, derrotaram mais de 100 outras equipas.

O Hyperloop foi proposto em 2013 por Elon Musk, famoso pelo seu papel na criação da Tesla Motors e SpaceX. Desde então, ele gerou centenas de projectos DIY (faça você mesmo) e duas empresas: Hyperloop Transportation Technologies (HTT), fundada em 2013; e Hyperloop Technologies, em 2015. Nenhuma destas empresas participou na competição.

O esboço original do Musk previa cápsulas a flutuar num colchão de ar alimentado por um compressor na frente. A equipa do MIT, com mais de 12 estudantes de várias unidades curriculares de engenharia e gestão, optou por uma solução de levitação usando 20 ímanes de neodímio.

“Dadas as limitações da competição, determinamos que um compressor era desnecessário”, disse o engenheiro-chefe Chris Merian, um estudante graduado em engenharia mecânica, num vídeo divulgado pela universidade. “A cápsula usa módulos de controlo laterais magnéticos para centralizá-lo no trilho. Para a desaceleração de altas velocidades, a cápsula utiliza travões hidráulicos mecanicamente à prova de falhas.”

A cápsula do MIT é apenas um produto de simulações computacionais. O próximo passo é construir um protótipo que vai ser menor do que o Hyperloop exige. Vai pesar cerca de 250 quilos e medir cerca de 2,5 metros de comprimento e 1 metro de largura.

A equipa tem até maio para construir o seu protótipo, e indicam que irá alcançar uma velocidade de 100 m/s.

Mais informações no site oficial da equipa: http://hyperloop.mit.edu/

Fonte: IEEESpectrum


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *